<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:1169-2</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">1169-2</td><td><b>CARTOGRAFIA EM SADE: UM RELATO DE EXPERINCIA NA RESIDNCIA MULTIPROFISSIONAL</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td>Pedro Celestino (UFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA) ; <u>Adernanda Guimaraes </u> (UFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA) ; Erika Almeida (UFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA) ; Ana Claudia (UFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA) ; Luis Carlos (UFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBAUFPB - UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>A cartografia uma ferramenta essencial para a compreenso das especificidades de cada territrio. No mbito da sade, permite identificar fatores que influenciam o processo sade-doena, dentre os quais se destacam os aspectos sociais, culturais, econmicos e ambientais. Contribui, ainda, para uma percepo ampliada do conceito de territrio, especialmente considerando a dinamicidade do espao. Particularmente para a Residncia Multiprofissional em Sade da Famlia e Comunidade, abrem-se diversas possibilidades de atuao, por meio da constituio de vnculos com a comunidade adscrita e com as equipes de Sade da Famlia. O presente trabalho visa apresentar a experincia de cartografia em sade realizada pelos residentes que atuam na USF Nova Conquista Integrada, localizada no bairro Alto do Mateus, Joo Pessoa/PB. Por meio da cartografia foi possvel conhecer a rea de insero da Residncia, a rede scio-cultural e geopoltica do bairro, o modo de vida das pessoas que ali residem e os determinantes do processo sade-doena neste espao. Permitiu, ainda, resgatar a histria da comunidade, construir vnculos com esta e com as equipes de sade, reconhecer e aproximar a Residncia do seu cenrio de prtica, identificar possveis articulaes entre os diversos equipamentos sociais existentes e destes com os servios de sade do bairro, e delinear as possibilidades de atuao do profissional-residente. O trabalho mostrou inicialmente, de forma bastante evidente, o tamanho da riqueza do bairro, uma comunidade da periferia da cidade e dita de caractersticas  pobres . Alm da articulao que fizemos com pessoas e instituies locais, conseguimos que as famlias se enxergassem na histria do prprio lugar onde vivem. A partir do contato com o territrio, percebemos o quo politizadas so as pessoas daquele bairro e que isso pode ser bem  explorado para potenciais aes em sade, cidadania, educao e cultura. Alm dos servios de sade, a comunidade possui 25 equipamentos sociais, compreendendo escolas, creches, ONG s, praas, Centros de Juventude e de Assistncia Social, ncleos de terapias alternativas e locais de lazer. Alguns destes possuem uma articulao com os servios de sade ainda incipiente, mas com potencialidade bastante evidente. Diante do exposto, percebemos que a cartografia perpassou o simples conhecimento do territrio, j que permitiu a construo de vnculos com a comunidade e equipe de sade, e uma insero mais efetiva da Residncia. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Cartografia em sade, Territrio, Vnculo</td></tr></table></tr></td></table></body></html>