<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:961-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">961-1</td><td><b>NASF: Construindo Diretrizes e Re-significando o Processo de Trabalho - uma proposta para fortalecer a Sade da Famlia na Bahia</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Lgia Castegnaro Trevisan </u> (DAB / SESAB - Diretoria de Ateno Bsica / SESAB) ; Regis Cunha de Oliveira (DAB / SESAB - Diretoria de Ateno Bsica / SESAB) ; Americo Yuti Mori (DAB / SESAB - Diretoria de Ateno Bsica / SESAB) ; Jonsos Nunes Jnior (DAB / SESAB - Diretoria de Ateno Bsica / SESAB) ; Victor Brando (DAB / SESAB - Diretoria de Ateno Bsica / SESAB) ; Teo Cordeiro (DAB / SESAB - Diretoria de Ateno Bsica / SESAB) ; Maria Lia Zerbini (DAB / SESAB - Diretoria de Ateno Bsica / SESAB) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>O NASF  Ncleo de Apoio Sade da Famlia  constitui-se em uma estratgia para ampliar a resolutividade da ateno bsica e o escopo de suas aes. O acmulo das experincias das equipes implantadas tem pautado a necessidade de criao de diretrizes acerca do processo de trabalho, na medida em que apontam para as potencialidades e dificuldades na efetivao de seus objetivos. As primeiras equipes de NASF da Bahia foram credenciadas em junho de 2008, sendo que em maro de 2010 o estado j contava com 75 equipes implantadas. A Diretoria de Ateno Bsica da Secretaria de Sade da Bahia vem desenvolvendo aes de apoio para implantao de NASF, atravs de suas equipes de apoio institucional, que atuam de forma regionalizada. O acmulo de experincias dessa Diretoria tornou mais concreta a necessidade de aprovao de diretrizes que pudessem guiar o processo de trabalho do NASF, de acordo com as realidades locais e com o projeto poltico de sade adotados pela atual gesto de governo. Em 2009 foi realizado o I Encontro Estadual do NASF, gerando trocas importantes entre trabalhadores e gestores. No fim do mesmo ano, encontros microrregionais permitiram novas discusses. Estes espaos foram fontes de conhecimento terico-prticas para a formulao de uma resoluo estadual, aprovada em maro de 2010, aprovando as diretrizes estaduais para implantao, funcionamento e qualificao do NASF no Estado. A construo desta resoluo foi marcada por um processo democrtico que envolveu trocas de saberes e de diferentes concepes sobre as prticas do NASF entre os distintos ncleos de saber dos prprios apoiadores, organizados sob a forma de Grupo de Trabalho, e pela participao, atravs de consulta pblica, de trabalhadores e gestores. Em maio de 2010 sero realizados encontros macrorregionais para validao e ampliao da discusso dessas diretrizes junto a trabalhadores de NASF e ESF e gestores estaduais e municipais, em um processo de construo crescente que culminar, em junho, no II Encontro Estadual do NASF. A experincia desta Diretoria vem demonstrando xitos e vicissitudes do desafio de efetivar a proposta do NASF no fortalecimento da Ateno Bsica em nosso estado. A vivncia possibilitada no encontro entre gestores e trabalhadores tem demonstrado as potencialidades do vnculo rico e necessrio entre estes atores.</font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;NASF, Sade da Famlia, processo de trabalho</td></tr></table></tr></td></table></body></html>