<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:956-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">956-1</td><td><b>Ateno Primria em Sade e Escola: uma parceria possvel</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Estvo Finger da Costa </u> (GHC - Grupo Hospitalar Conceio - Unidade de Sade Conceio) ; Andr Filipak (GHC - Grupo Hospitalar Conceio - Unidade de Sade Conceio) ; Eveline Rodrigues (PMPA - Prefeitura Municipal de Porto Alegre) ; Shana Vieria Telo (GHC - Grupo Hospitalar Conceio - Unidade de Sade Conceio) ; Adriane Goularte Pinto (UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul) ; Julia Bonjiovanni (ESP/RS - Escola de Sade Pblica do Rio Grande do Sul) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>Um dos desafios da Ateno Primria em Sade (APS) ampliar suas fronteiras de atuao visando maior resolutividade. A escola um ambiente de construo de sujeitos sociais e criativos, representados por crianas e adolescentes, onde adquirem experincias, vivenciam descobertas e constroem a capacidade de tomada de decises e afirmao de identidade. Por isso, pensamos ser este um local para a promoo e preveno da sade, compartilhando os conhecimentos da rea da educao e sade. Nesta relao, entre sade e escola, surge possibilidade de formarmos crianas e adolescentes mais saudveis e, ao mesmo tempo, a comunidade escolar ser mais uma fonte de reflexo sobre o significado de sade e qualidade de vida. O trabalho realizado entre a Unidade de Sade Conceio (USC), pertencente ao Grupo Hospitalar Conceio (GHC), e uma escola pblica estadual da zona norte de Porto Alegre, objetiva: potencializar a escola como espao de promoo e preveno sade; identificar e promover aes relativas s necessidades apresentadas; interagir com a comunidade (alunos, familiares e professores); apresentar comunidade escolar a USC como porta de entrada ao Sistema de Sade; tornar a escola um espao de formao das prticas de sade dos residentes e da equipe; capacitar dos professores. Nesse sentido, estabeleceu-se a criao de uma parceria com a referida escola, situada no territrio da USC, tendo como pblico-alvo alunos de 5 a 8 sries, sendo trabalhada uma turma por vez. So realizadas oficinas pertinentes s diferentes faixas etrias. No primeiro encontro, inicia-se com uma dinmica de apresentao e atividades que facilitam o vnculo do grupo, para criar um ambiente descontrado e facilitador da aprendizagem. Atravs das dvidas dos alunos, realiza-se um levantamento dos temas a serem abordados e, a partir destes, formam-se grupos de temas afins, a serem desenvolvidos nos trs seguintes encontros. Ao longo das oficinas realizadas notou-se: pouco conhecimento dos alunos acerca da APS; muitas dvidas em relao sade; que os temas sobre sexualidade, drogas e alimentao so os que geram mais questionamentos; que necessrio construir novas aes de sade voltadas ao pblico (pr)adolescente, potencializando a escola como campo de interveno. A parceria e as oficinas foram avaliadas positivamente pelos professores e alunos da escola, e observou-se uma necessidade de capacitao dos professores. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Ateno Primria em Sade, Escola, Parceria entre APS e Escola</td></tr></table></tr></td></table></body></html>