<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:951-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">951-1</td><td><b>Anlise da fase inicial do Programa de Residncia Multiprofissional na rea Sade da Mulher do HC-UFPR</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Giuliana Baldissarelli Locatelli </u> (UFPR - Universidade Federal do Paran) ; Daiana Lugarini (UFPR - Universidade Federal do Paran) ; Afrannia Hemanuelly Castanho Duarte (UFPR - Universidade Federal do Paran) ; Las Abdala Martins (UFPR - Universidade Federal do Paran) ; Maria Alice de Oliveira Carmo (UFPR - Universidade Federal do Paran) ; Anelise Molon (UFPR - Universidade Federal do Paran) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>O Programa de Residncia Multiprofissional do Hospital de Clnicas da Universidade Federal do Paran (HC-UFPR) teve incio em fevereiro de 2010, com o intuito de formar profissionais e instrumentaliz-los <i> para atuar na ateno em sade hospitalar, tendo como prtica a interdisciplinaridade articulada e mediada pelo SUS e demais polticas setoriais </i>. Na rea da Sade da Mulher a equipe formada por um residente farmacutico, um assistente social, um farmacutico-bioqumico e um terapeuta ocupacional. As atividades em equipe ocorrem na Unidade da Mulher e do Recm Nascido, com foco inicial em pacientes gestantes e purperas soropositivas para HIV. O acompanhamento ocorreu nos meses de maro e abril. Uma vez por semana, os residentes estudaram os pronturios do Alojamento Conjunto e coletaram dados relevantes para posterior discusso. Nesse perodo observou-se uma boa integrao entre a equipe de residentes, pontuando problemas e dificuldades em todas as reas de atuao como: acompanhamento do pr-natal e o acesso de medicamentos nas Unidades Bsicas de Sade (UBS), o sigilo da doena e sua implicaes para a sua progresso e tratamento, a influncia da drogadio na adeso teraputica, a falta de conhecimento dos riscos da doena e da importncia do tratamento. Entre as maiores dificuldades encontradas verificou-se a integrao e atuao insuficientes dos residentes junto equipe de profissionais e a escassa disponibilidade de tempo para as atividades clnicas, visto que cada residente est alocado em um setor diferente. Atualmente, apenas a residente assistente social realiza a entrevista e a interveno com as pacientes, pois o Servio Social j estava inserido na Unidade. O fato de o Programa estar no incio pode explicar algumas destas dificuldades, visto que demanda tempo para o seu bom funcionamento. Esta vivncia j proporcionou aos residentes novos conhecimentos assim como a construo de instrumentos de trabalho, pois aps todo estudo de caso sistematizado um relatrio construdo por toda a equipe. De forma geral, h uma grande expectativa de que o Programa favorea o reconhecimento da importncia do trabalho integrado multiprofissional prestado sade da mulher no mbito do SUS. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Sade da Mulher, Multidisciplinar, HIV</td></tr></table></tr></td></table></body></html>