<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:908-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b>Poster (Painel)</b><br><table width="100%"><tr><td width="60">908-1</td><td><b>A Visita Domiciliar como ao em Sade da Famlia: reconhecendo as condies de vida da populao.</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Marcio Eduardo Brotto </u> (PMF-NITERI - Programa Mdico de Famlia de Niteri) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>Introduo: O cotidiano das aes em sade da famlia demarca uma srie de determinantes para uma prtica cheia de desafios, solues, impasses, dvidas, avanos, retrocessos, movimento e mesmo paralisao. Algumas compem de maneira fundamental e diferencial a metodologia do Programa Mdico de Famlia de Niteri, significando tambm um desafio, uma vez que trazem a possibilidade de, junto com o usurio do servio, desenvolver uma prtica centrada na viso integral do outro. Neste contexto a visita domiciliar destaca-se como um instrumento de conhecimento e articulao na realidade local das comunidades atendidas, permitindo o desenvolvimento de prticas coletivas de estmulo participao e de reconhecimento da populao acerca de seu direito sade. Objetivo: Apresentar como o recurso de visitas domiciliares integram a estratgia de ateno em sade da famlia, explicitando suas caractersticas nas comunidades da regio norte do municpio de Niteri/RJ. Metodologia: O estudo baseia-se nas intervenes domiciliares realizadas pelas equipes de profissionais e supervisores, em uma abordagem quali-quantitativa, atravs da anlise de dados e da reconfigurao dos dados epidemiolgicos em sade da populao local visitada. Resultados: A utilizao da visita domiciliar permite identificar, atravs da sistematizao deste estudo: a abertura e atualizao de cadastros domiciliares; a realizao de consultas tomando por base o cotidiano populacional; o desenvolvimento de aes de preveno e reabilitao; a realizao e otimizao de busca ativas em situaes de vigilncia, dentre outros aspectos centrais no trabalho em sade pblica. Consideraes Finais: A Visita Domiciliar um dos principais recursos no desenvolvimento de trabalho com famlias em comunidade, se materializando como a possibilidade de a instituio e seus profissionais se aproximarem do cotidiano dos usurios. Por isso importante termos a clareza do papel educativo que os profissionais exercem em todos os contatos com a comunidade, em que a visita domiciliar e o trajeto at sua realizao so de extrema importncia no estabelecimento e fortalecimento dos vnculos servio/comunidade. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Visita Domiciliar, Condies de Vida, Populao</td></tr></table></tr></td></table></body></html>