<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:766-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">766-1</td><td><b>Ativando mudanas na produo de conhecimento atravs da Intercesso-Pesquisa.</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Liamar Aparecida dos Santos </u> (UNESP/ASSIS - Universidade Estadual Paulista) ; Abilio da Costa Rosa (UNESP/ASSIS - Universidade Estadual Paulista) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>Esse trabalho nasce de um convite do Departamento Regional de Sade de Marilia ao nosso grupo de pesquisa da UNESP/Assis, para construir diretrizes regionais para a sade mental.Decidimos realizar oficinas de planejamento participativo com gestores e trabalhadores com a finalidade de construir coletivamente tais diretrizes, e ao mesmo tempo produzir conhecimento em sade mental capaz de modificar o processo de trabalho das equipes envolvidas. Tal parceria possibilitou construir um trabalho que visa diminuir a distncia entre a universidade e s instituies e prticas de sade como campo de investigao no processo de produo de conhecimento.Utilizamos a intercesso-pesquisa, desenvolvida por Costa-Rosa, que tem como diretriz a fundamentao no processo dialtico prtica-teoria-prtica e a facilitao da construo coletiva do conhecimento, associando o conhecimento da realidade com sistematizao das experincias concretizando o  aprender com a prtica , sendo esta sua meta e material para reflexo do intercessor-pesquisador. A meta, objetivo ou direo no dado a priori, conhecer e fazer, pesquisar e intervir so inseparveis,portanto a meta construida no percurso da pesquisa. O caminho metodolgico a compreenso de que objeto, sujeito e conhecimento coemergem como efeitos do processo de pesquisar, no se pode orientar a pesquisa pelo que se supe saber previamente a respeito da realidade. Trata-se de investigar um processo de produo de conhecimento, portanto no h coleta de dados, mas a produo dos dados da pesquisa, que j se encontram em potncia, e que a intercesso-pesquisa faz emergir. A necessidade de um dispositivo intercessor como meio de produo de conhecimento parte do referido  paradoxo dos dois saberes , que se desdobra tambm na organizao da universidade. Como instituio social de produo, ela se organiza a partir de duas linhas de produo: os tcnicos para a ao e os cientistas pesquisadores para a produo do saber, a ser traduzido nas tcnicas para suprimento dos trabalhadores da sade, no sendo capaz de romper com os enquadramentos institucionais que a viabilizam enquanto instrumento formal de reproduo social do sistema do capital. A intercesso-pesquisa, medida que relaciona o fazer com uma reflexo terica e integra a dimenso imediata com a estratgica, possibilita a produo de conhecimento que engendra novas prticas que promovem uma transformao emancipadora do trabalho. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Intercesso-pesquisa, participao, planejamento</td></tr></table></tr></td></table></body></html>