<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:712-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">712-1</td><td><b>A EDUCAO NO DISCURSO DE UMA EQUIPE DE SADE DA FAMLIA: DIZERES POSSVEIS.</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Marina da Silva Sanes </u> (FURG - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE) ; Tatiane Alonso Arrieche (FURG - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE) ; Maria Elisabeth Cestari (FURG - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>A anlise de discurso, como metodologia utilizada na rea da sade, pode ser uma estratgia tanto no campo da pesquisa em sade quanto no fazer cotidiano dos profissionais, j que permite compreender, e no apenas refletir, o gesto de interpretao do sujeito e expor seus efeitos de sentido. Na realidade do SUS, especificamente, na Sade da Famlia, com a proposta de mudana no modelo assistencial, torna-se interessante compreender os discursos vigentes que cercam os sujeitos e as realidades de ateno sade. Como reorientar um modelo de ateno seno compreendendo os modos como o discurso hegemnico na sade funciona e produz sentidos entre profissionais e usurios do SUS para que outro dizer seja possvel? Este trabalho se constitui em um estudo de caso que tem como objetivo identificar o discurso referente educao no ambiente de trabalho, expresso por membros de uma equipe multiprofissional da Sade da Famlia no municpio do Rio Grande/RS. A coleta de dados ocorreu com a utilizao de entrevistas no-estruturadas. O corpus do trabalho foi analisado conforme as etapas da anlise de discurso, utilizando-se a parfrase e a polissemia como dispositivos analticos. Identificou-se no discurso dos sujeitos o predomnio de uma concepo de educao tradicional sendo que os profissionais referiram-se a mesma como um ato pontual, exterior e de cunho individual. Observou-se a presena ainda incipiente de um discurso que entende a educao como construda pelos sujeitos e no cotidiano do trabalho em sade. A anlise de discurso permitiu a identificao dos discursos presentes nesta equipe de Sade da Famlia e possibilitou a compreenso destes dizeres numa estrutura maior de sentidos, institudos pela educao em geral, e utilizados na formao de profissionais da sade. Significa desenvolver habilidades que historicamente estiveram separadas, costurar os panos tecidos em separado, unir saberes de uma mesma profisso e entreme-los com os de outras, para que se possa construir novas relaes de trabalho e novas conformaes organizacionais de ateno sade. A educao permanente em sade, entendida nessa relao entre a formao individual, a postura profissional e o fazer coletivo durante o processo de trabalho, pode vir a contribuir para avanos no cotidiano de trabalho e com isso, melhorar a qualidade da ateno e, finalmente, possibilitar algumas mudanas no modelo assistencial. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;EDUCAO, MTODOS, SADE DA FAMLIA</td></tr></table></tr></td></table></body></html>