<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:667-3</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b>Poster (Painel)</b><br><table width="100%"><tr><td width="60">667-3</td><td><b>FELIZ IDADE: EXPERINCIA DA EXTENSO UNIVERSITRIA NA CONSTRUO DE UM GRUPO DE CONVIVNCIA PARA IDOSOS</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Kamila Medani Tristo </u> (UFES - Universidade Federal do Esprito Santo) ; Marta Pereira Coelho (UFES - Universidade Federal do Esprito Santo) ; Ana Paula Martins Vilela (UFES - Universidade Federal do Esprito Santo) ; Ludmilla Gripa Barcellos dos Santos (UFES - Universidade Federal do Esprito Santo) ; Schaiani dos Santos (UFES - Universidade Federal do Esprito Santo) ; Fernanda Carara Grazziotti (UFES - Universidade Federal do Esprito Santo) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>Os grupos de convivncia de idosos vo ao encontro da promoo do envelhecimento ativo, com o objetivo de preservar as capacidades e o potencial de desenvolvimento do indivduo idoso. O estudo teve como objetivo comprovar o benefcio dos grupos de convivncia de idosos na melhoria da qualidade de vida. Tratou-se de um estudo quali-quantitativo, desenvolvido por acadmicos de Enfermagem da Universidade Federal do Esprito Santo, em um grupo de convivncia de idosos do municpio de So Mateus, Esprito Santo, que desenvolve oficinas, palestras, atividades manuais e de recreao, e atividades fsicas com os idosos integrantes. A metodologia foi dividida em 4 fases: perodo preparatrio, em que os acadmicos foram capacitados pelo orientador; contato com os idosos do grupo de convivncia para apresentao da proposta e seleo da amostra em estudo; entrega de um questionrio auto-aplicvel para os 17 idosos que vieram compor a amostra probabilstica do tipo aleatria simples; e tabulao e analise dos dados. Os resultados mais relevantes foram que 100% disseram gostar de participar do grupo de convivncia, sendo que 59% justificaram o fato na melhoria do convvio social, 29% na possibilidade de lazer, 53% na melhoria da sade fsica, 41% na melhoria da auto-estima e 53% como oportunidade de adquirir maior conhecimento em sade. Antes de participar do grupo, 47% relataram se sentir desanimado, 23.5% ter uma vida solitria/vazia, 17,6% problemas de sade que os incomodava, 17,6% no ter opo de lazer e 12% no ter informaes sobre sade. Aps a participao no grupo 100% relataram mudanas positivas na vida, sendo que 29% no convvio social. Assim, percebe-se uma melhoria na qualidade de vida dos idosos integrantes nos grupos de convivncia, mostrando a relevncia da participao dos profissionais de sade, incentivando e organizando grupos de convivncia de maneira que constitua num espao propcio para descobertas das qualidades pessoais e de troca de experincia com seus pares, manuteno e ou desenvolvimento da sociabilidade, espiritualidade e aprendizado. Dessa maneira, os idosos podero construir uma nova perspectiva de vida, uma apreciao partilhada das situaes adversas e favorveis da vida, e encontrar maneiras saudveis de enfrentamento. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Idosos, Grupo de convivncia, Qualidade de vida</td></tr></table></tr></td></table></body></html>