<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:617-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">617-1</td><td><b>A Educao Permanente na Sade: o desafio de mudar a prtica no cenrio municipal</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Josenildo de Sousa Aves </u> (UEFS - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANAUEFS - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA) ; Marluce Maria Arajo Assis (UEFS - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA) ; Poliana Cardoso Martins (UFBA IMS CAT - Universidade Federal da Bahia IMS CAT) ; Katiuscy Carneiro Sanatana (UEFS - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA) ; Adriano Maia dos Santos (UFBA IMS CAT - Universidade Federal da Bahia IMS CAT) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>A Educao Permanente em Sade (EPS) se consolida nos espaos coletivos de discusso para anlise da Gesto do Trabalho em Sade. Seus processos so baseados em prticas institucionalizadas nos servios de sade, priorizando os problemas cotidianos das equipes e buscando a transformao das prticas, gerando mudanas no nvel organizacional, nas relaes entre os sujeitos e na compreenso das subjetividades e complexidade do trabalho em sade. O estudo analisa a Educao Permanente em Sade (EPS) como estratgia de desenvolvimento dos trabalhadores do SUS inseridos na Estratgia de Sade da Famlia (ESF), tomando como recorte um sistema municipal de sade da Regio Sudoeste da Bahia, que conta com uma rede de servios com cobertura de 52% da ESF. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, tendo como tcnica de coleta de dados a entrevista semi-estruturada. Os sujeitos do estudo foram 14 pessoas: Grupo I (dirigentes - atuam na definio das polticas de Gesto do Trabalho = 4 pessoas); Grupo II (trabalhadores de sade  alocados na ESF = 5 pessoas) e Grupo III (Informantes-chave = 5 pessoas). Os resultados evidenciam que, no cenrio escolhido para a pesquisa, a EPS revela-se como potncia a ser explorada na valorizao do trabalhador do SUS e como estratgia de qualificao do seu trabalho, podendo ser o contraponto para qualificar a gesto do cuidado. Os desafios que indicam o enfrentamento dos problemas relacionados EPS situam-se no campo da gesto do cuidado em sade, que ainda carece de arranjos que potencializem a articulao cotidiana dos processos de aprendizagem e reflexes da prtica, em nvel individual e coletivo. Conclui-se que a EPS, apresenta-se como dispositivo de uma nova gesto do trabalho, procurando qualificar os espaos de cuidado, ampliando-se possibilidades de uma co-construo de novos saberes e potencializando a valorizao do trabalhador. A EPS pode ser vista como uma proposta de ao estratgica e pedaggica que pode promover o desenvolvimento de competncias dos trabalhadores para a redefinio do modelo de gesto e ateno sade. Apoio Financeiro: CNPq</font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Educao permanente em sade, Sistema nico de Sade, Gesto do trabalho</td></tr></table></tr></td></table></body></html>