<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:604-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">604-1</td><td><b>Formao para o trabalho em Sade: viso dos estudantes sobre a experincia em implantao na UNIFESP  Campus Baixada Santista </b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Angela Aparecida Capozzolo </u> (UNIFESP - B.SANTISTA - Universidade Federal de So Paulo - Campus Baixada Santista) ; Adriana Barin (UNIFESP - B.SANTISTA - Universidade Federal de So Paulo - Campus Baixada Santista) ; Alexandre de Oliveira Henz (UNIFESP - B.SANTISTA - Universidade Federal de So Paulo - Campus Baixada Santista) ; Virginia Junqueira (UNIFESP - B.SANTISTA - Universidade Federal de So Paulo - Campus Baixada Santista) ; Rosilda Mendes (UNIFESP - B.SANTISTA - Universidade Federal de So Paulo - Campus Baixada Santista) ; Jaquelina Maria Imbrizi (UNIFESP - B.SANTISTA - Universidade Federal de So Paulo - Campus Baixada Santista) ; Maria Fernanda Frutuoso (UNIFESP - B.SANTISTA - Universidade Federal de So Paulo - Campus Baixada Santista) ; Sidnei Jose Casetto (UNIFESP - B.SANTISTA - Universidade Federal de So Paulo - Campus Baixada Santista) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2> Este trabalho apresenta os resultados parciais da pesquisa  Formao para o Trabalho em Sade: a experincia em implantao nos cursos de graduao  educao fsica, fisioterapia, nutrio, psicologia e terapia ocupacional da UNIFESP  Baixada Santista, que vem sendo desenvolvida no LEPETS (Laboratrio de Estudos e Pesquisas em Formao e Trabalho em Sade) com financiamento do CNPq. A pesquisa se prope a analisar a proposta de formao do eixo do Trabalho em Sade, que integra o desenho curricular do projeto de educao interprofissional do Campus Baixada Santista. Este eixo percorre os trs anos de graduao e se organiza com docentes de diversas reas profissionais. Uma estratgia central de formao consiste em expor os estudantes, desde o primeiro ano, ao encontro com as pessoas, ao modo de vida dos grupos populacionais, e ao trabalho das equipes de sade. H uma nfase no fazer, na experimentao. Neste trabalho apresentamos a anlise dos grupos focais realizados com estudantes do ltimo ano de graduao desses cursos. Esta anlise indica que a formao propiciada pelo eixo se faz de uma forma processual e que resulta numa prtica profissional diferenciada. Os estudantes destacam que conseguiram perceber isso nos estgios ao conviver com estudantes de outras universidades. Consideram diferenciada a capacidade que possuem para escutar e se responsabilizar pelo paciente, a capacidade para perceber e valorizar o contexto em que vive o paciente e tambm realizar intervenes que no se restringem ao corpo ou  doena . So destacadas como significativas as vivncias propiciados pelas estratgias de ensino do eixo: encontros com pessoas/famlias para construo de narrativas de vida, trabalhos com grupos populacionais, elaborao e realizao de projetos teraputicos de cuidado. Destacam ainda que as atividades do eixo propiciam a experincia da interdisciplinaridade e que a combinao de diferentes cursos nas vivncias produz um novo modo de sentir e perceber a prtica profissional. Os estudantes apontam como limites a falta de continuidade no acompanhamento das pessoas ao longo da graduao. Destacam ainda a necessidade de maior preparo do corpo docente para esta proposta. Os estudantes consideram a formao propiciada pelo eixo bastante importante e nesse sentido avaliam que precisa ser mantida e aperfeioada. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Formaao em sade, Trabalho em sade, Formaao interprofissional</td></tr></table></tr></td></table></body></html>