<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:551-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b>Poster (Painel)</b><br><table width="100%"><tr><td width="60">551-1</td><td><b>A IMPORTNCIA DO PROJETO TERAPUTICO SINGULAR: um exemplo prtico.</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td>Georgia de Oliveira Ortolan (UEL - Universidade Estadual de Londrina) ; <u>Maira Mina Kawakami </u> (UEL - Universidade Estadual de Londrina) ; Eliana Barbosa Pereira (UEL - Universidade Estadual de Londrina) ; Erika Valentim Furquim (UEL - Universidade Estadual de Londrina) ; Mrcia Cristina Pereira Pereira (UEL - Universidade Estadual de Londrina) ; Daniele Scherbaty (UEL - Universidade Estadual de Londrina) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>O Projeto teraputico singular um conjunto de propostas e condutas teraputicas articuladas e realizadas por uma equipe interdisciplinar, para um sujeito individual ou coletivo. As possibilidades descortinadas por esta abordagem propem a no predominncia de uma postura radicalmente  neutra , que valoriza sobremaneira a no-interveno, que pressupe que o sujeito acometido por uma doena seja passivo diante das propostas. E nesse sentido solicita uma crena de que a pessoa ou famlia tenha um grande poder de mudar a sua relao com a vida e com a prpria doena. (BRASIL, 2007) A partir de uma queixa dos vizinhos para os Agentes Comunitrios de Sade (ACSs) sobre gritos oriundos de uma residncia, estes ACSs trouxeram a queixa para a Equipe de Sade da Famlia; ento foi realizada uma visita domiciliar pela Assistente social, Psicloga e Enfermeira da Residncia Multiprofissional em Sade da Famlia juntamente com a ACSs, como se de rotina da Estratgia Sade da Famlia, uma vez que a famlia j acompanhada pela mesma. Foi verificado que os gritos eram de VP, paciente oligofrenico que estava sem acompanhamento psiquitrico h dois anos e no fazia uso correto da medicao prescrita; com as decorrncias da falta de tratamento adequado VP permanecia em tempo integral contido a cama, sem roupas nos Membros Inferiores, e em estado precrio de higiene. Com isto a equipe SF traou um projeto teraputico aps um estudo de caso e algumas intervenes foram realizadas junto a famlia como: retomar o acompanhamento via CAPS de VP; orientaes sobre o uso da medicao e sua importncia de forma ldica para MD me de VP, j que a mesma tem dficit cognitivo; auxilio no retorno e permanncia de IP, irm de VP, para casa devido a sua importncia no contexto familiar e de ajudadora da AD; acompanhamento e viabilizao de alguns recursos para com AD av de VP visto que a mesma precisava de um alivio de sua carga diria e de uma escuta ativa de suas queixas. Aps o andamento do projeto teraputico a famlia passou a lidar de forma diferente com as situaes que antes no conseguiam administrar, consequentemente houve uma melhora no convvio familiar e no estado de sade da famlia. Evidencia-se que a elaborao e execuo de um Projeto Teraputico a partir de um enfoque interdisciplinar compreende a complexidade do processo sade-doena colaborando de forma significativa para a interveno da Estratgia Sade da Famlia em questes de alta complexidade. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Projeto teraputico, Residncia Multiprofissional, Equipe de Sade da Famlia</td></tr></table></tr></td></table></body></html>