<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:535-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b>Poster (Painel)</b><br><table width="100%"><tr><td width="60">535-1</td><td><b>FORMAO FISIOTERAPUTICA NO CONTEXTO DO SUS  CASA DE SADE MENTAL</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Aline Martinelli Piccinini </u> (UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul) ; Marielly de Moraes (UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul) ; Pmela B. Mello (UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>FORMAO FISIOTERAPUTICA NO CONTEXTO DO SUS  CASA DE SADE MENTAL PICCININI, Aline M.,; MORAES, Marielly de; MELLO, Pmela B., Programa de Ps-Graduao em Cincias do Movimento Humano  UFRGS Curso de Fisioterapia  Universidade Federal do Pampa Programa de Ps-Graduao em Cincias Biolgicas: Fisiologia Caracterizao do problema: Os currculos dos cursos de fisioterapia, de um modo geral, apresentam muitas disciplinas com momentos tericos e nem tantos momentos de prticas contextualizadas. Isto, de certa forma, no contribui para a formao de um profissional sensvel s condies sociais, apto a atuar nos diversos setores da sade e da sociedade. Descrio da experincia: Durante nossa formao acadmica tivemos uma experincia de articulao educao-sade-sociedade, na qual realizamos prticas vinculadas ao SUS no contexto da Casa de Sade Mental de Cruz Alta  RS. No princpio, o fato de atuar na Casa de Sade Mental causava certa estranheza nos alunos, uma vez que era difcil compreender o papel do fisioterapeuta nesta ambiente. Iniciamos conhecendo o cotidiano da casa, os pacientes e os demais profissionais que trabalhavam l. Com o tempo passamos a realizar intervenes voltadas aos sujeitos e no s patologias que eles apresentavam, como muitas vezes acontece na fisioterapia. Essas atividades incluam conversas, exerccios de relaxamento, de ADM, atividades ldicas, etc. A experincia tornou-se to gratificante que no semestre seguinte nos tornamos monitoras da disciplina em questo. Efeitos alcanados: Aprendemos que tratamos de pessoas e no de patologias e que poderamos praticar a fisioterapia sem vincular nosso paciente a uma patologia mental especfica. Percebemos que os pacientes mentais tendem a somatizar os efeitos da doena mental. A fisioterapia pode atuar no sentido de amenizar e/ou evitar esta somatizao, gerando bem-estar fsico-emocional-social aos sujeitos envolvidos. Recomendaes: A maior parte da formao do estudante realizada em sala de aula e hospitais, em contato permanente com as especialidades, dedicando-se muito pouco tempo ao atendimento em ambulatrios centrais ou de periferia, ou outros ambientes onde a condio cotidiana das pessoas melhor transparece. Atuando em um contexto desvinculado da patologia, os alunos podem compreender a fisioterapia num aspecto mais amplo, entendendo assim o conceito de um atendimento integral. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Formao, Sade Mental, Sistema nico de Sade</td></tr></table></tr></td></table></body></html>