<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:518-2</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b>Poster (Painel)</b><br><table width="100%"><tr><td width="60">518-2</td><td><b>RODA DE DEBATE: UMA EXPERINCIA DE INTEGRAO ENSINO-SERVIO NA MATERNIDADE DE ALTO RISCO NOSSA SENHORA DE LOURDES EM ARACAJU-SE. </b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td>Maria Lusivnia de J. Borges (UNIT - Universidade TiradentesCEPS - Centro de Educaa Permanente em Sade) ; <u>Maria Lusivnia de J. Borges </u> (UNIT - Universidade Tiradentes) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>Introduo: Entende-se o estgio enquanto campo de conhecimento, espao de reflexo terico-prtica, no qual o aluno comea a aproximar-se do mundo do trabalho, desenvolvendo assim habilidades e competncias necessrias para o exerccio profissional. Este estudo consiste no relato de experincia vivenciada enquanto supervisora de prtica de estgio curricular dos alunos do curso de Servio Social da Universidade Tiradentes (UNIT). O mesmo foi desenvolvido na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes em Aracaju no ano de 2008, instituio esta que atende gestante de alto risco de todo o estado de Sergipe e de cidades circunvizinhas da Bahia e Alagoas. Objetivos: refletir e problematizar junto com os educando a poltica de sade, entraves e perspectivas no qual o Sistema nico de Sade (SUS) vem passando; debater as atribuies e competncias do Assistente Social no cuidado na ateno sade da mulher. Mtodo: no primeiro semestre, foi utilizada roda de discusso, quinzenalmente com carga horria de quatro horas, leitura de textos, documentrios, filmes abordando temas referentes sade pblica sob a perspectiva histrica e sociolgica, acolhimento enquanto uma tecnologia de interveno em sade, humanizao no servio. J no segundo semestre utilizou-se temas especficos com objetivo de d subsdios, ferramentas aos alunos para atuarem junto maternidade, uma vez que na mesma desenvolve-se projetos como o Me Canguru, projeto Nascer, Servio de Atendimento s Vtimas de Violncia Sexual. Foi produzida tambm referncia bibliogrfica contemplando temas transversais. Recomendaes e concluso: os estagirios/discentes avaliaram como positivo e satisfatrio, uma vez que alm troca de saberes, da consolidao e ampliao do arcabouo terico a roda melhorou e aproximou as relaes entre eles possibilitando tambm uma atuao mais segura no mbito estgio e, consequentemente na formao profissional. Constatou-se tambm que a metodologia utilizada possibilitou a integrao ensino-servio. Assim, considera-se que o processo ensino-aprendizagem por meio da problematizao, de estudos de casos aonde a teoria possibilita a leitura da realidade contribui para a construo de competncias sociais, comportamentais e tcnico-instrumentais, para o trabalho no SUS. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;estgio, Sistema nico de Sade, ensino-servio</td></tr></table></tr></td></table></body></html>