<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:501-2</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b>Poster (Painel)</b><br><table width="100%"><tr><td width="60">501-2</td><td><b>AS TECNOLOGIAS DE INFORMAO E COMUNICAO (TICS) E A QUALIFICAO DOS TRABALHADORES DO SUS: limites e possibilidades na contemporaneidade </b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Josefa Lusitnia de Jesus Borges </u> (UFS - Universidade Federal de Sergipe) ; Maria Lusivnia de Jesus Borges (ENSP - Escola Nacional de Sade Pblica) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>Vivemos em uma sociedade estruturalmente desigual com realidades diversas e de dimenses geogrficas que em muito dificulta o acesso dos profissionais aos conhecimentos atualizados, capazes de possibilitar aos gestores do Sistema nico de Sade (SUS) um perfil de competncia profissional para si e o conjunto dos seus trabalhadores. Partindo desse pressuposto, atribumos especial importncia ao papel da Educao Distncia (EAD) na formao dos trabalhadores em sade uma vez que a mesma possibilita ser um dos elos entre as necessidades advindas da dinmica da realidade e a fragilizao resultante do processo de formao formal destes trabalhadores. Assim, o trabalho tem como proposta tecer algumas consideraes reflexivas sobre a educao permanente em sade e sua relao com a EAD a fim de contribuir para o entendimento desse processo e suas implicaes diante da crise do paradigma da educao e enquanto estratgia do campo da sade. Para tanto, procura desenvolver um paralelo histrico entre a forma como vem sendo instituda na atual conjuntura marcada pela globalizao das informaes, avanos tecnolgicos que modificam a forma como o conhecimento disseminado e, sobretudo adquirido. imperioso reconhecer que o processo de construo e desenvolvimento da EAD na formao de profissionais de sade, e a relao entre os avanos tecnolgicos e os modelos pedaggicos, apresentam-se como um intricado campo de conjuno de foras e possibilidades. O que significa dizer que tal relao pressupe uma atuao voltada para o enfrentamento de questes referentes ao processo de aprendizagem, a interao entre os sujeitos envolvidos, e o uso das Tecnologias de Informao e Comunicao (TICs) como facilitador dos sujeitos sociais no processo de construo do conhecimento e no preenchimento de lacunas na formao de pessoal para a sade. Ressalta-se que esta modalidade de educao na rea da sade tem crescido e possibilitado a comunicao por meio dos ambientes virtuais e videoconferncia a exemplo, do Telessade focado na ateno bsica e o Telemedicina para os Hospitais Universitrios que permite que essas instituies promovam videoconferncias em alta definio, demonstrem cirurgias, ministrem palestras, mostrem aplicaes, ofeream ensino distncia e dem assistncia mdica na ponta para a populao, telediagnstico por imagem na rea de atendimento. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Tecnologia, Educao distncia, Formao</td></tr></table></tr></td></table></body></html>