<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:381-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">381-1</td><td><b>A integralidade na prtica clnica e institucional:estudo de caso formao do psiclogo em hospital pblico</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Ana Vicentina Santiago de Souza Paulo de Tarso R Oliveira Ana Cleide G. Moreira </u> (UFPA - Universidade Federal do ParUFPA - Universidade Federal do ParUFPA - Universidade Federal do ParUFPA - Universidade Federal do Par) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>RESUMO Este trabalho consiste em estudar a prtica clnica e institucional na formao do psiclogo sob a perspectiva da integralidade em sade no Hospital Universitrio Joo de Barros Barreto - HUJBB. A escolha do campo de estudo deveu-se ao conhecimento do hospital enquanto rea de trabalho, assim como pelo fato deste ser um dos trs nicos locais no SUS que servem de prtica para o Curso de Psicologia da UFPA, onde se propicia aos alunos terem contato com a prtica clnica e institucional, aplicando referenciais terico-metodolgicos de Psicanlise, anlise institucional, processos grupais e de comunicao e conhecimentos de Sade Pblica. Utilizando-se da abordagem qualitativa, os procedimentos de coleta de dados foram a entrevista semi-estruturada, os questionrios e a observao participante. Entre os aspectos relevantes o estudo observou: a fragmentao constante do trabalho dos diversos profissionais envolvidos e a busca do psiclogo por um espao mais consolidado e articulado de atuao na equipe de sade; a falta de conhecimentos prvios de sade coletiva por parte dos discentes motivando um esforo concentrado dos supervisores e orientadores de campo na relao ensino-servio; o sucateamento das instalaes fsicas e dos equipamentos do hospital gerando dificuldades, mas, simultaneamente, estimulando uma subjetividade expressa na colaborao entre funcionrios e alunos; o esforo do Servio de Psicologia em reconduzir o trabalho centrado no ato mdico e no corpo enfermo para uma ateno marcada pela relao com o paciente como sujeito e para os distintos modos de subjetivao psicopatolgicos que constituem o problema terico-metodolgico colocado para sua eficcia psicoterpica; e, por fim, sua insero nas equipes multiprofissionais. A trama formada pelo conjunto desses protagonismos configura o desafio do psiclogo, junto com os demais profissionais, para compreender e levar a cabo a integralidade da ateno, em exerccio permanente de construo no hospital. Dois tericos destacam-se na argumentao que problematiza a ateno integral no hospital  Canguilhem, para a discusso do conceito de sade enquanto possibilidade de viver em conformidade com o meio e Winnicott, na perspectiva clnica possvel nesse ambiente. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;integralidade, formao, psicologia</td></tr></table></tr></td></table></body></html>