<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:380-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b>Poster (Painel)</b><br><table width="100%"><tr><td width="60">380-1</td><td><b>Vivncias de uma estudante de medicina no Projeto VER-SUS/GHC 2009.</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Aline Carlos Gomes </u> (ULBRA - Universidade Luterana do Brasil) ; Aline Triches Dani (GHC - Grupo Hospitalar Conceio) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>O Grupo Hospitalar Conceio organizou em julho de 2009 a sua primeira edio do projeto VER-SUS, na qual fiz parte. O VER-SUS/GHC representou uma oportunidade de aproximar estudantes de diferentes universidades e reas da sade, trazendo mais inquietaes do que respostas, mas que nos levam a tensionamentos e movimentos. Esta experincia fez com que eu adquirisse um diferencial perante meus colegas, pois conheci e entendi o Sistema nico de Sade, uma vez que este assunto insuficientemente abordado dentro dos cursos de medicina. Existem disciplinas que abordam o assunto, mas existem outras que distorcem as informaes sobre o SUS, o que dificulta a credibilidade do sistema levando ao desinteresse ou descaso pelo assunto. Muitos alunos por no conhecerem o que aprendi na vivncia, so muitas vezes incentivados a acreditar que o sistema  contra especialistas e no entendem a importncia da graduao focar na formao de um MDICO GENERALISTA que saia da faculdade capaz de ver o usurio como um todo, uma pessoa e no como um rgo especfico, que saiba escutar e falar com ela. E que este profissional quando formado consiga contribuir para a resoluo de uma grande porcentagem dos problemas de sade da populao, sem que precise encaminh-los para setores secundrios e tercirios! E aps adquirirem esta capacidade, se ainda quiserem, possam fazer suas especializaes! Iniciativas como essa vivncia so poucas perante o nmero de acadmicos de medicina no Brasil e os que tm acesso a ela, freqentemente so os que j traziam interesse pela rea, sendo assim acredito que h necessidade deste projeto estender-se para dentro das Universidades buscando informar e conscientizar todos os alunos da rea da sade, principalmente os que no buscariam esta vivncia fora de seu curso. Outro ponto importante foi convivncia com colegas de vrias reas da sade (nutrio, enfermagem, psicologia, fonoaudiologia, educao fsica, agronomia, etc), o que traz uma grandeza para nossa formao incentivando o trabalho interdisciplinar e ressaltando o respeito e companheirismo entre os profissionais da sade. Tive a oportunidade de conhecer espaos de ateno sade, gesto, educao em sade e participao social alm das discusses sobre os temas pertinentes. O projeto VER-SUS de grande importncia para formao dos novos profissionais de sade brasileiros, pois esta contribuindo para um SUS melhor e uma melhor sade da populao brasileira.</font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Vivncia no Grupo Hospitalar Conceio, Formao Profissional,, VER SUS</td></tr></table></tr></td></table></body></html>