<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:374-2</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">374-2</td><td><b>FORMAO DOS FISIOTERAPEUTAS PARA A ATENO PRIMRIA: UM ESTUDO DA INTEGRAO ENSINO-SERVIO ATRAVS DA RESIDNCIA MULTIPROFISSIONAL</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Aline Barreto de Almeida </u> (UFSCAR - Universidade Federal de So Carlos) ; Giovanni Gurgel Aciole (UFSCAR - Universidade Federal de So Carlos) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>Introduo: Na Ateno Primria Sade (APS), a Fisioterapia ainda apresenta uma insero incipiente, o que exige mudanas na busca da identidade da profisso nesse nvel do sistema de sade. A Residncia Multiprofissional (RM) apresenta-se como um espao formativo que possibilita vivncias e reflexes em busca de novas formas de fazer sade, com a consolidao do modelo de equipe multidisciplinar, o que abre perspectivas de ampliao da insero de outras categorias profissionais no processo de ateno sade. Objetivo: Com este estudo pretendemos analisar a formao do fisioterapeuta em servio, na modalidade de apoio matricial, na Estratgia de Sade da Famlia (ESF), a partir da vivncia permitida pela RM. Mtodo: Pesquisa qualitativa, de carter exploratrio. Os instrumentos utilizados foram anlises documentais, entrevistas e grupo focal. Aplicamos as entrevistas a quatro fisioterapeutas residentes do Programa de Residncia Multiprofissional em Sade da Famlia e Comunidade e a gesto da ateno bsica, ambos do municpio de So Carlos-SP. O grupo focal foi composto por quatro equipes da ESF do mesmo municpio. A anlise dos dados foi a partir da aproximao da abordagem hermenutica-dialtica. Resultados: Os fisioterapeutas visualizam a interdisciplinaridade como forma de garantir o apoio matricial e consideram a fragmentao do cuidado, a ateno mdico-centrada e o pouco dilogo entre a equipe como uma realidade. Ressaltam a importncia de serem os primeiros profissionais que esto participando da construo do papel da profisso na APS. Pela grande demanda relatam que h uma inverso dos papis na organizao do cuidado fazendo com que o fisioterapeuta se torne a referncia do caso ou da famlia. Para a gesto municipal muitos desses embates so devido relao do apoio no ser vista como profissional e sim devido ao formato de Residncia. Um grande obstculo na linha de cuidado est em entender o papel do Fisioterapeuta na APS aliado ao desconhecimento de todos os profissionais sobre a organizao do trabalho matricial. Concluso: O modelo da APS que direciona o trabalho para a famlia, em equipe, para o profissional generalista, entre outros aspectos refora a necessidade de nova reordenao e mudanas na formao. Alm disso, o trabalho matricial exige que o fisioterapeuta adquira habilidades outrora no conhecidas e trabalhadas, como tambm fazer ser possvel a comunicao entre a Fisioterapia e as discusses em sade pblica atuais.</font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;fisioterapia, formao profissional, sade da famlia</td></tr></table></tr></td></table></body></html>