<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:339-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b>Poster (Painel)</b><br><table width="100%"><tr><td width="60">339-1</td><td><b>PARA SABER PARA ONDE VAMOS PRECISAMOS SABER DE ONDE VIEMOS: MEMRIA E HISTRIA DE JOAQUIM VENNCIO</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Renata Reis Cornelio Batistella </u> (EPSJV FIOCRUZ - Escola Politcnica de Sade Joaquim Venncio) ; Jos Buarque Ferreira (EPSJV FIOCRUZ - Escola Politcnica de Sade Joaquim Venncio) ; Gregrio Galvo (EPSJV FIOCRUZ - Escola Politcnica de Sade Joaquim Venncio) ; Moyses Gomes (EPSJV FIOCRUZ - Escola Politcnica de Sade Joaquim Venncio) ; Lygia Costa (EPSJV FIOCRUZ - Escola Politcnica de Sade Joaquim Venncio) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>Caracterizao do Problema: Este trabalho insere-se na proposta de Iniciao Educao Politcnica em Sade (IEP) da EPSJV/FIOCRUZ. uma estratgia pedaggica que consiste em uma atividade de pesquisa com pequenos grupos de alunos, sob superviso de professores-preceptores, que desenvolvem discusses tericas e trabalhos de campo acerca de um tema da sade. O objetivo articular os contedos tericos das disciplinas do IEP, por isso denominamos este processo de Trabalho de Integrao (TI). O trabalho em pequenos grupos permite um acompanhamento mais prximo do desenvolvimento e do percurso de aprendizagem de cada aluno. Em cada encontro estes so estimulados a desenvolverem registros do trabalho de pesquisa na forma de relatrios e resenhas fortalecendo a capacidade de sistematizar os conhecimentos e express-los pela escrita. Os resultados das atividades so publicados em portflios individuais que funcionam como um instrumento de avaliao. O IEP busca garantir que os tcnicos formados pela escola compreendam as questes histricas e conceituais que tensionam a formao e trabalho dos tcnicos no Sistema nico em Sade SUS. Descrio da Experincia: nesta proposta metodolgica os alunos foram autores, produtores, diretores e editores de um vdeo sobre Joaquim Venncio , atravs do qual foi possvel formular um processo de prtica investigativa mais amplo sobre os trabalhadores tcnicos de biodiagnstico. A metodologia do vdeo incluiu em sua etapa de pr-produo discusses tericas, levantamento bibliogrfico, historiogrfico e iconogrfico em Centros de Documentao e Memria de diversas instituies, levantamento e anlise de dados em diversas fontes (AMS/IBGE 2005, BEPSade, DataSUS), visitas a instituies de pesquisa e a laboratrios da Fiocruz, pesquisa em stios eletrnicos e entrevistas com depoentes de destaque. O objetivo desta etapa foi o de elaborar, atravs de uma oficina, o roteiro para a realizao das gravaes. Posteriormente a captao das imagens os alunos comearam a etapa de ps-produo que consistiu na decupagem e edio do contedo para a finalizao do vdeo. Efeitos alcanados: os alunos passaram de espectadores a produtores, demarcando uma produo autoral e coletiva, possibilitando novos saberes e percepes sobre o tcnico de laboratrio. A reflexo elaborada permitiu a integrao dos contedos disciplinares da formao geral com a educao profissional da habilitao de biodiagnstico. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;construo do conhecimento, memria, trabalhador tcnico</td></tr></table></tr></td></table></body></html>