<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:274-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">274-1</td><td><b>Os desafios do processo de Educao Permanente em Sade em uma Unidade de Sade da Famlia</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Danieli Aparecida dos Santos </u> (UEL - Universidade Estadual de Londrina) ; Adriano Fagundes da Silva (UEL - Universidade Estadual de Londrina) ; Ana Paula Silveira Lima (UEL - Universidade Estadual de Londrina) ; Juliana Aparecida Alves (UEL - Universidade Estadual de Londrina) ; Regiane Silva Amorim (UEL - Universidade Estadual de Londrina) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2> A educao para o trabalho em sade constitui-se como eixo fundamental no SUS, sendo regulamentado pela Poltica Nacional de Educao Permanente em Sade (PNEPS). Considerando as caractersticas loco-regionais, tal processo formativo se efetiva de forma diferenciada em cada Unidade de Sade da Famlia (USF). A Educao Permanente em Sade (EPS), para equipes da estratgia Sade da Famlia na USF analisada, constitui-se num hiato entre o preconizado na PNEPS e o efetivado. Definida em cronograma anual pela Secretaria Municipal de Sade (SMS), ocorre em encontros mensais, com durao de 03 horas, no qual a USF permanece fechada. Embora destinada todos os profissionais, a participao facultativa queles que atuam em perodo contrrio ao de sua realizao. Devido inadequao da estrutura fsica, como a ausncia de sala de reunies, os encontros da EPS ocorrem na recepo da USF, e sua estruturao envolve o repasse de informaes gerais pela equipe de coordenao, seguida de discusses pertinentes organizao dos atendimentos demanda. O processo de EPS constitui-se como uma reunio geral de equipe, para discusso, sugesto e crticas organizao dos servios, deixando, portanto, de corresponder caracterizao da EPS como um processo de formao continuada. A insero de residentes multiprofissionais em sade da famlia (RMSF) na USF e a identificao de tais questes os instigou a promover a reapropriao da EPS como lugar de formao e a construo de novos espaos para discusso de assuntos referentes organizao da demanda. A equipe de RMSF passou a disparar, junto aos profissionais, questionamentos acerca de tal problemtica, atravs de dinmicas de grupos e reflexes do processo de trabalho, da integrao da equipe e da importncia da formao para a efetividade do trabalho em sade. Percebeu-se o aprofundamento do conhecimento acerca da EPS pelos profissionais, alm de reflexes sobre a efetivao de tal formao e a proposio de oficinas temticas sobre sade do trabalhador e processos de trabalho no SUS. Percebe-se assim que reavaliar as prticas de formao e educao na ateno bsica constitui-se num desafio constante, que envolve o ato de qualificar o discurso dos profissionais, validar suas demandas, aproximar gestores, profissionais e usurios, promover a responsabilidade e o comprometimento de toda equipe na construo de uma poltica pblica pautada em princpios de cidadania e equidade. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Educao Permanente em Sade, Unidade de Sade da Famlia, Desafios</td></tr></table></tr></td></table></body></html>