<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:247-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">247-1</td><td><b>A IMPORTNCIA DO BRINCAR NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL E SUA RELAO COM A INTEGRALIDADE DO CUIDADO: A VIVNCIA DE ALUNOS DE 1 ANO DE GRADUAO EM ENFERMAGEM E MEDICINA.</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Thas Bassi Cardoso </u> (UNESP-FMB - Faculdade de Medicina de Botucatu) ; Tamires Ferreira Siqueira (UNESP-FMB - Faculdade de Medicina de Botucatu) ; Cssia Marisa Manoel (UNESP-FMB - Faculdade de Medicina de Botucatu) ; Thas Pimentel Veloso (UNESP-FMB - Faculdade de Medicina de Botucatu) ; Taison Rgis Penariol Natarelli (UNESP-FMB - Faculdade de Medicina de Botucatu) ; Marina Lemos Villarte (UNESP-FMB - Faculdade de Medicina de Botucatu) ; Silvana Sue Sato (UNESP-FMB - Faculdade de Medicina de Botucatu) ; Renan Nogueira Chemin (UNESP-FMB - Faculdade de Medicina de Botucatu) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>CARACTERIZAO DO PROBLEMA: Podemos afirmar que a brincadeira constitui um elemento fundamental para o bom desenvolvimento infantil. Segundo Junqueira (1999), o brincar se apresenta como a linguagem prpria da criana, uma forma de expresso e uma maneira pela qual a criana se relaciona com o mundo sua volta e, portanto, deve-se associ-lo s prticas do cuidado na infncia. Considerando esta importncia, a FMB (Faculdade de Medicina de Botucatu)- UNESP desenvolve a disciplina IUSC (Interao Universidade-Servio-Comunidade), aplicadas a alunos de enfermagem e medicina, cujo foco, no primeiro ano, o cuidado criana. O IUSC no prioriza a doena e sim a criana sadia, fsica e mentalmente. Visando contribuir com a discusso do tema, relatamos a realizao de atividade ldica em uma Creche Municipal. DESCRIO DA EXPERINCIA: Iniciou-se a disciplina com palestras de pediatras, enfermeiras e psiclogas sobre a sade da criana, bem como a leitura de artigos referentes ao tema. O primeiro exerccio constituiu-se na visita a duas creches, a qual possibilitou a apresentao das diversas rotinas destes estabelecimentos e de seus integrantes. Optou-se por realizar uma gincana em umas dessas instituies, centrada em brincadeiras mais antigas, como  batata quente ,  corrida-de-saco ,  morto-vivo e tantas outras, de modo a tratar a atividade no como uma obrigao ou dever, mas sim algo natural. Os jalecos coloridos foram utilizados para desmitificar a idia do mdico e enfermeiro como aquele que causa desconforto e sim, aquele que diverte e cuida. LIES APRENDIDAS: Alm de cada aluno comprovar que o bom atendimento e a integralidade so indissociveis, pde-se avaliar o quanto as diversas realidades e problemas afetam as pessoas que, mesmo ainda crianas, j moldam o mundo de acordo com o que as cerca. RECOMENDAES: A atividade com as crianas possibilitou o estmulo fundamental brincadeira e o conhecimento breve de suas histrias e rotinas, proporcionando um ganho mtuo: as crianas foram incentivadas a se desenvolverem brincando, enquanto os alunos obtiveram a imensa experincia de saber lidar com situaes inusitadas, com o improviso e o inesperado, de forma a fortalecer a capacidade de relacionamento com o prximo. Portanto, esta vivncia pontuou o aprendizado de cada um dos participantes, podendo ser aplicada futuramente em suas vidas profissionais.</font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;mudana de cenrio, interao, integralidade</td></tr></table></tr></td></table></body></html>