<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:161-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">161-1</td><td><b>Capacitao de aleitamento materno: sensibilizao de uma equipe multiprofissional</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Renata Pires Goulart </u> (ESP - RS - ESCOLA DE SADE PUBLICA RIO GRANDE DO SUL) ; Fernando da Mota Figueiredo (ESP - RS - ESCOLA DE SADE PUBLICA RIO GRANDE DO SUL) ; Gabriel Trevizan Correa (ESP - RS - ESCOLA DE SADE PUBLICA RIO GRANDE DO SUL) ; Adriana Guimares da Silva (ESP - RS - ESCOLA DE SADE PUBLICA RIO GRANDE DO SUL) ; Daiana da Silva Lucio (ESP - RS - ESCOLA DE SADE PUBLICA RIO GRANDE DO SUL) ; Renata Gusmo (HMV - HOSPITAL MOINHOS DE VENTO) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>Caracterizao do problema: Em virtude de suas propriedades nutricionais, imunolgicas e fisiolgicas, o leite humano oferece benefcios para o beb, me, famlia e Estado (MARQUES, 2009). Apesar de conhecidas as vantagens da amamentao, os ndices de aleitamento materno (AM) esto aqum dos padres recomendados pelos organismos nacionais e internacionais. Vrios fatores contribuem para a baixa prevalncia da amamentao (BRASIL, 2008). Para obter xito no AM, imprescindvel um bom acolhimento da mulher e da famlia, conhecimento dos aspectos histricos, sociais, culturais e biolgicos da amamentao. Alm disso, o profissional deve ter habilidade cientfica, tcnica, poltica e de relacionamento para assistir os diferentes segmentos que compem a extensa rede sociobiolgica do AM. (BRASIL, 2009). A Rede Amamenta Brasil (RAB) uma estratgia para a abordagem do AM na Ateno Bsica Sade, reforando o compromisso do Ministrio da Sade de valorizar a formao de recursos humanos e de incentivar o AM por meio de suas polticas pblicas. Assim, a RAB deve contribuir para a Educao Permanente em Sade, respeitando a viso de mundo dos profissionais e considerando as especificidades locais e regionais (BRASIL, 2009). Descrio da experincia: Dias antes da atividade, foi preenchido um questionrio individual sobre o conhecimento em AM. A capacitao foi facilitada por tutoras da RAB, com durao 8 horas e participao de toda equipe. Aps apresentao inicial, foram realizadas dinmicas de grupo, dramatizao, leitura e reflexo. Atravs destas atividades, a equipe repensou o processo de trabalho em relao postura, acolhimento e comunicao entre profissionais e comunidade. O AM foi discutido do ponto de vista biolgico, cultural, familiar e tcnico. No final da atividade pactuou-se aes em 3 eixos: pr-natal, ps-parto e na comunidade. Foram planejados, respectivamente, grupo de gestantes, visitas domiciliares at 1 ms de vida e incentivar o AM em sala de espera. Efeitos alcanados:A equipe mostrou-se mais sensibilizada e apropriada em relao ao AM, facilitando a troca de conhecimento, adotando a mesma abordagem com a populao. Observou-se aumento da relevncia do AM pelas gestantes, purperas e familiares atendidos.Recomendaes:Para que o AM seja priorizado necessrio que o dilogo seja constante entre a equipe, que a mesma conhea melhor a populao qualificando a abordagem, aumentando o ndice de AM. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;aleitamento materno, capacitao multiprofissional</td></tr></table></tr></td></table></body></html>