<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:136-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b>Poster (Painel)</b><br><table width="100%"><tr><td width="60">136-1</td><td><b>Uma prtica de sade em Manguinhos: atividades recreativas com crianas e jovens para a promoo da atividade fsica e alimentao saudvel</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Rosa Maria da Rocha </u> (ENSP/FIOCRUZ - ESCOLA NACIONAL DE SADE PBLICA SERGIO AROUCAENSP/FIOCRUZ - ESCOLA NACIONAL DE SADE PBLICA SERGIO AROUCAENSP/FIOCRUZ - ESCOLA NACIONAL DE SADE PBLICA SERGIO AROUCAENSP/FIOCRUZ - ESCOLA NACIONAL DE SADE PBLICA SERGIO AROUCA) ; Denise Cavalcanti Barros (ENSP/FIOCRUZ - ESCOLA NACIONAL DE SADE PBLICA SERGIO AROUCA) ; Roberta Matos Nunes (ENSP/FIOCRUZ - ESCOLA NACIONAL DE SADE PBLICA SERGIO AROUCA) ; Ana Lucia Ana Lucia Fittipaldi (ENSP/FIOCRUZ - ESCOLA NACIONAL DE SADE PBLICA SERGIO AROUCA) ; Patrcia Steinhauser Gregg (ENSP/FIOCRUZ - ESCOLA NACIONAL DE SADE PBLICA SERGIO AROUCA) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>Sabe-se que recreao/jogos trabalha com ludicidade e tambm se constitui como atividade fsica. Esta contribui para sade quando desenvolvida em conjunto com aes de promoo da alimentao saudvel. Crianas que praticam atividades fsicas regularmente e fazem alimentao adequada, tm menos excesso de peso, melhor desempenho cardiovascular, diminuem incidncia de doenas respiratrias, alm de apresentarem maior densidade ssea. Esses efeitos so transferidos vida adulta, e as doenas crnicas da vida adulta tm suas razes na infncia. Estudos indicam que crianas/adolescentes que se mantm fisicamente ativos e fazem nutrio adequada, apresentam probabilidade menor de se tornarem adultos sedentrios e, portanto menor chance do aparecimento de doenas crnicas no transmissveis. Assim uma equipe multidisciplinar de um Centro de Sade Escola, em Manguinhos/RJ, props aes educativas para crianas/jovens incentivando-os a recriar seu prprio estilo de vida, num programa de atividades voltadas para promoo da atividade fsica e alimentao saudvel, em que participao foi eixo norteador. OBJETIVO: Analisar os efeitos das atividades recreativas realizadas com crianas/jovens de programas de promoo da sade, numa unidade de ateno bsica. METODOLOGIA: Estudo de natureza qualitativa, descritiva, e pesquisa participante como modo de investigao, por ser processo coletivo que permite conhecer, agir e ser experincia educativa. Buscou-se plena participao do grupo na anlise de sua prpria realidade, de modo a promover a participao social em benefcio prprio, delineando as atividades educativas de investigao e ao social. Participaram 15 crianas de 6 a 14 anos de idade, 2 encontros mensais de 3h cada, durante o perodo de 8 meses. As atividades foram jogos de correr, pular, saltar, desenhar, adivinhar, memria, e preparo do lanche com alimentos advindos de doaes. RESULTADOS: Os resultados iniciais mostraram que atividades recreativas podem ser realizadas em ambientes diversos e favoreceram no processo de aprender alguns conceitos; no coletivo todos puderam preparar seu alimento adequando sua realidade; favoreceu provar alimentos que nunca sequer olhavam e tambm a experincia prepararem seus alimentos aps os jogos se mostrou importante indicador de participao. Conclui-se que propostas dessa natureza podem ser um caminho para fazer andar a vida de crianas e jovens j que estimulam o que essenciaL do ser, a ludicidade. </font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;atividades recreativas, promoo da alimentao saudvel, promoao da atividade fsica</td></tr></table></tr></td></table></body></html>