<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:105-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">105-1</td><td><b>PRTICAS EDUCATIVAS COM AGENTES COMUNITRIOS DE SADE: AES DE EXTENSO</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Tassiane Ferreira Langendorf </u> (UFSM - Universidade Federal de Santa Maria) ; Stela Maris de Mello Padoin (UFSM - Universidade Federal de Santa Maria) ; Aline Cammarano Ribeiro (UFSM - Universidade Federal de Santa Maria) ; Caroline Sissy Tronco (UFSM - Universidade Federal de Santa Maria) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2><b>Caracterizao do problema</b>: As agentes comunitrias de sade (ACS) so um elo entre a comunidade e as unidades bsicas de sade, dessa maneira percebe-se a importncia da qualificao desses profissionais por meio da educao permanente. Com isso, as instituies de ensino tm preparado seus estudantes para atuar diante dessa realidade. Assim, as Universidades e o Governo buscam solues participativas e emancipatrias para minimizar as desigualdades sociais e regionais por meio de aes extencionistas, como o Projeto Rondon. <b>Objetivo</b>: tem-se como objetivo descrever a experincia extensionista de aes educativas junto a ACS. <b>Descrio da experincia</b>: A atividade de extenso ocorreu por meio de encontros ministrados por uma acadmica de enfermagem com a participao de nove ACS, tendo como cenrio o municpio de Barros Cassal, interior do Rio Grande do Sul. Dentre os temas abordados, os quais emergiram das necessidades apontadas por elas, esto: planejamento familiar, imunizaes, HIV/AIDS, hipertenso, diabetes mellitus, prticas alimentares, entre outros. A partir de cada temtica buscou-se uma estratgia convergente com os resultados esperados, sendo eles: oficinas, rodas de conversa, explanao e discusso dos assuntos expostos, problematizao de situaes cotidianas vivenciadas pelas ACS e resgate dos assuntos por meio da realizao de dinmicas e cartazes explicativos. O desenvolvimento das atividades baseou-se na educao permanente, a qual se sustenta na possibilidade de promover aes educativas com intuito de qualificar o atendimento prestado populao e o desenvolvimento de conhecimentos, competncias e habilidades profissionais. <b>Efeitos alcanados e recomendaes</b>: Observou-se a relevncia do desenvolvimento de prticas educativas com as ACS no sentido de instrumentaliz-las para um aperfeioamento dos servios prestados comunidade. Nesse contexto, foi possvel estabelecer uma relao de troca de saberes entre acadmica e ACS. Ao final expressaram a importncia do trabalho, medida que se fizeram presentes e participativas em todos os encontros. Relataram a importncia de aprimorar seus conhecimentos, sentindo-se qualificadas para atender as demandas da comunidade. Recomenda-se o engajamento dos profissionais de sade a fim de promover a continuidade de atividades de educao permanente com vistas promoo, preveno e recuperao da sade das pessoas, famlias e sociedade.</font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Enfermagem em Sade Comunitria, Educao, Promoo da Sade</td></tr></table></tr></td></table></body></html>