<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:78-2</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b></b><br><table width="100%"><tr><td width="60">78-2</td><td><b>Abordagem domiciliar na sade da criana do estgio de fisioterapia da UFJF em uma Unidade Bsica de Sade do municpio de Juiz de Fora/MG</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Leonardo Henriques Portes </u> (UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora) ; Maria Alice Junqueira Caldas (UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora) ; Marcos Souza Freitas (UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>INTRODUO: Os cuidados com a sade infantil esto entre as aes essenciais do Ministrio da Sade em toda e qualquer oportunidade que se apresente. Portanto, a promoo do nascimento, crescimento, desenvolvimento e alimentao saudveis so aes que no podem deixar de ser realizadas em toda a sua plenitude, devendo ocorrer um enfoque prioritrio para o cuidado s doenas prevalentes e para a vigilncia sade das crianas de maior risco. OBJETIVO: Descrever as aes do estgio de fisioterapia na Ateno Primria Sade (APS) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), no mbito da sade da criana, as quais foram baseadas na integralidade e na preveno aos indicadores de maior causa s internaes hospitalares. MTODO: No primeiro semestre de 2009 foi realizado um levantamento das crianas com problemas respiratrios que recebiam intervenes fisioteraputicas em grupo at o ano anterior, em uma Unidade Bsica de Sade da cidade de Juiz de Fora/MG. Aps esta etapa foram realizadas visitas domiciliares a estas e a outras crianas. Foram trabalhados os principais temas sobre cuidados de sade, sendo entregues folders informativos. Nestas aes estiveram envolvidos estagirios e docentes do curso de fisioterapia e, em alguns momentos, agentes comunitrios e um estagirio de enfermagem. RESULTADOS: Observamos que a maior parte dos domiclios apresentava presena de fatores desencadeantes para as alergias respiratrias, como mofo, umidade e poeira; as orientaes no foram suficientes em uma nica visita, sendo necessrio o retorno para o estabelecimento de vnculo com a famlia; foram necessrias algumas visitas escola e creche da comunidade, as quais tambm poderiam estar oferecendo condies desencadeantes de problemas; muitas famlias apresentavam condies scio-econmicas menos favorecidas, sendo necessrio o contato com o Centro Regional de Assistncia Social (CRAS); a presena do agente comunitrio e do estagirio de enfermagem, em algumas visitas, possibilitou uma abordagem mais integral sade da famlia. CONCLUSO: Considerando o exposto, destacamos a importncia da necessidade de aes intersetoriais e multidisciplinares referentes promoo integral da sade da criana. de fundamental importncia a realizao de aes que integrem o ensino e os servios em sade, alm da realizao de outros estudos que contemplem a promoo da sade e preveno de agravos relacionados sade da criana.</font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Ateno Primria Sade, Fisioterapia, Sade da Criana</td></tr></table></tr></td></table></body></html>