<HTML><HEAD><TITLE>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</TITLE><link rel=STYLESHEET type=text/css href=css.css></HEAD><BODY aLink=#ff0000 bgColor=#FFFFFF leftMargin=0 link=#000000 text=#000000 topMargin=0 vLink=#000000 marginheight=0 marginwidth=0><table align=center width=700 cellpadding=0 cellspacing=0><tr><td align=left bgcolor=#cccccc valign=top width=550><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=3><font size=1>9 Congresso Nacional da Rede Unida 2010</font></font></strong><font face=Verdana size=1><b><br></b></font><font face=Verdana, Arial,Helvetica, sans-serif size=1><strong> </strong></font></font></td><td align=right bgcolor=#cccccc valign=top width=150><font face=arial size=2><strong><font face=Verdana, Arial, Helvetica, sans-serif size=1><font size=1>Resumo:14-1</font></em></font></strong></font></td></tr><tr><td colspan=2><br><br><table align=center width=700><tr><td><b>Poster (Painel)</b><br><table width="100%"><tr><td width="60">14-1</td><td><b>Visita Domiciliria realizada pelo enfermeiro em Municpios da regio oeste do Rio Grande do Sul</b></td></tr><tr><td valign=top>Autores:</td><td><u>Vilma Constancia Fioravante dos Santos </u> (UNIPAMPA - Universidade Federal do Pampa) ; Naiana Oliveira dos Santos (UNIPAMPA - Universidade Federal do Pampa) ; Maiana Pinheiro dos Santos (UNIPAMPA - Universidade Federal do Pampa) ; Adriana Roese (UFPEL - Universidade Federal de Pelotas) </td></tr></table><p align=justify><b><font size=2>Resumo</font></b><p align=justify class=tres><font size=2>A Visita Domiciliria (VD) um instrumento que permite ao enfermeiro interagir com o usurio em seu contexto social, observando e conhecendo sua realidade (ROESE, 2004). Tambm pode ser compreendida como tcnica e mtodo para a escuta qualificada, vnculo e acolhimento (LOPES; SAUPE; MASSAROLI, 2008). Acredita-se que a VD pode ser uma estratgia facilitadora para a promoo de sade e para o trabalho de enfermagem. Objetiva-se avaliar a produo do enfermeiro na Estratgia de Sade da Famlia (ESF), em relao aos dados do monitoramento das VDs desenvolvidas na comunidade. O estudo de natureza epidemiolgica e transversal. A coleta de dados secundrios, ocorrida em 23/02/2010, foi realizada no SIAB/DATASUS/MS. Referindo-se ao nmero de VDs de enfermeiro realizadas, por ano, em seis Municpios que fazem parte da regio oeste do RS e suas aes em sade so organizadas pela 10 Coordenadoria Regional de Sade (CRS). Elegeu-se tal regio por sua localizao geogrfica, em funo dos campus da Unipampa, e a necessidade de um olhar crtico acerca de seus marcadores de sade. O perodo estudado compreende os anos de 1998 a 2008 para possibilitar a anlise de tendncia. A partir disso, visualizou-se que existem algumas questes a serem discutidas, pois at o ano de 2001 constavam dados cadastrados de apenas um dos Municpios. No ano 2002, alm deste, surgem dados de mais dois Municpios e at o ano de 2004 ainda no haviam dados registrados acerca das VDs realizadas (por enfermeiro) por um deles. Somente no ano de 2005 todos os Municpios computaram dados referentes a estas VDs. Alm disso, ao serem analisados os dados, constatam-se considerveis contrastes, onde a partir do ano de 2005 houve oscilaes entre os dados apresentados. A disparidade chama mais ateno quando, no ano de 2008, todos os Municpios tiveram um decrscimo em seus dados. Sendo que, ao contrrio dos outros anos um dos Municpios no computou VD realizada. Bem como, os valores dos dados ainda precisam ser ponderados ao considerar o universo de habitantes de cada Municpio. Associa-se a estes dados a no configurao real da ESF nos Municpios estudados. Tambm, as condies que favorecem a realizao da VD, onde a sobrecarga de trabalho e a autonomia do enfermeiro poderiam ser pontos a serem avaliados durante a discusso dos dados. Dessa forma, discutir-se-, junto a CRS, se as demandas em sade esto sendo satisfeitas e os benefcios da VD para os profissionais de sade e comunidade.</font></p><br><b>Palavras-chave: </b>&nbsp;Visita Domiciliria, Ateno em Sade, Trabalho do enfermeiro</td></tr></table></tr></td></table></body></html>